|

Bambu: a solução de embalagem sustentável da natureza

Renovável, cultivado localmente e biodegradável.

Papel e plástico podem ser as opções de embalagem mais comuns, mas não são as únicas. A Dell é pioneira no uso de bambu para proteger determinados dispositivos. Esse membro gigante da família de gramíneas é encontrado em tudo, desde alimentos até pisos, e agora se tornou uma solução de embalagem sustentável. Usamos o bambu para fabricar o amortecimento de alguns de nossos produtos leves.

Desafio

Solução

Benefícios

Desafio:
Encontrar uma alternativa mais sustentável aos materiais derivados do petróleo para proteger os produtos.
Solução:
Usar um material rapidamente renovável para criar bandejas destinadas a modelos selecionados.
Benefícios:
Cresce até uma polegada por hora e é facilmente reciclável.

Por que o bambu?


A embalagem de bambu ajuda a reduzir os impactos ambientais e promove um planeta mais saudável. Estes são alguns dos benefícios das embalagens de bambu da Dell:
  • É cultivado localmente: o bambu usado em nossas embalagens é cultivado próximo às instalações que fabricam nossos produtos. Assim, é possível reduzir a pegada de carbono gerada pelas embalagens.
  • Cresce rapidamente: o bambu é a planta lenhosa com mais rápido crescimento do mundo. Pode crescer até 61 cm (24") por dia. Também pode ser colhido em apenas três a sete anos, muito mais rápido do que madeiras duras. Isso faz com que o bambu seja altamente renovável e uma ótima alternativa a espumas, materiais corrugados e polpa de papel moldada.
  • É resistente e durável: assim como o aço, o bambu pode resistir a grandes quantidades de tensão quando é esticado ou contraído, por isso, é usado em barcos, andaimes de construção e outros itens que exigem resistência e flexibilidade. Como tem grande resistência, sabemos que ele oferece proteção eficaz ao seu equipamento tecnológico.
  • É sustentável: o bambu ajuda a promover um solo mais saudável. Os sistemas de raiz profunda da planta protegem o solo contra erosão. Quando colhido corretamente, o bambu não precisa ser replantado. Além disso, as embalagens de bambu da Dell são biodegradáveis e podem ser compostadas após o uso.
O bambu usado em nossas embalagens é cultivado próximo às instalações que fabricam nossos produtos. Assim, é possível reduzir a pegada de carbono gerada pelas embalagens.
Produção responsável

A sustentabilidade está incorporada a todos os processos associados à produção do bambu. Por exemplo, depois de colhido, a polpa é retirada mecanicamente em uma instalação próxima. Durante esse processo, 70% da água é reaproveitada e usada no processo (os outros 30% são perdidos devido à evaporação). Não adicionamos nenhum componente ou produto químico tóxico. Se o dia estiver ensolarado, a polpa seca no sol, reduzindo o uso de eletricidade.

Apesar da demanda pelo bambu ter aumentado à medida que seu valor passou a ser reconhecido por outros, continuamos a usá-lo em embalagens de produtos selecionados.
mapa da produção do bambu
Reciclagem ou compostagem

A credencial ambiental do nosso amortecimento de bambu inclui a capacidade de ser facilmente reciclado na maioria dos programas locais de reciclagem. Além disso, as embalagens de bambu foram certificadas como compostáveis de acordo com os padrões ASTM International em um teste de laboratório independente. Essa certificação garante que o bambu será compostado em um ritmo comparável ao dos materiais compostáveis conhecidos.

Graças à alta qualidade da fibra e à grande aceitação desse amortecimento como um material reciclável nos EUA, incluímos as três setas curvas, o símbolo da reciclagem facilmente reconhecido, como um lembrete aos clientes de que podem reciclar nossas embalagens de bambu em várias comunidades.

Descarte em sua pilha de materiais compostáveis

Além das credenciais ambientais, as embalagens de bambu da Dell foram certificadas como compostáveis de acordo com os padrões ASTM International em um teste de laboratório independente. Essa certificação garante que o bambu será compostado de maneira satisfatória e sofrerá biodegradação em um ritmo comparável ao dos materiais compostáveis conhecidos. Assim, o material compostado resultante do processo de degradação da embalagem apresentará uma boa qualidade e poderá ser usado no cultivo de plantas.