Ajude-me a escolher: unidades de disco rígido ou de estado sólido

Como um usuário de sistemas empresariais, a segurança dos seus dados e a confiabilidade da mídia em que eles são armazenados são grandes preocupações.

A Dell valida suas ofertas de disco rígido empresarial e unidade de estado sólido por meio de um rigoroso processo antes de considerar a inclusão na linha de servidores e sistemas de armazenamento. A Dell tem rígidas especificações para unidades de desempenho, ciclos de tarefa, Tempo Médio Entre Falhas (MTBF) e vibração rotacional, que são necessários para um ambiente de nível empresarial. Esses tipos de especificações exigentes devem ser atendidos antes de disponibilizarmos os produtos para uso do cliente.

Desempenho e custo variam entre as diferentes ofertas de HDD e SSD. Consulte as guias individuais abaixo para avaliar o impacto em suas aplicações.

Existem vários tipos de unidade de disco rígido (HDD) e unidades de estado sólido (SSD) projetados para atender às diversas necessidades dos clientes empresariais. Entre elas:

Unidades de estado sólido SAS, SAS Value e unidades SATA:
meio de armazenamento rápido para E/S aleatória

Discos rígidos SAS de 10.000 e 15.000 RPM:
desempenho e disponibilidade para aplicações com desempenho otimizado

Discos rígidos SAS e SATA de 7.200 RPM: alta capacidade e custo por GB excepcional para aplicações com capacidade otimizada

Unidades básicas: unidades de custo mais acessível usadas em aplicações em que o baixo uso e o número total limitado de unidades são aplicáveis. Devido às restrições de uso, essas unidades estão disponíveis em um pequeno número de sistemas e configurações.

As unidades de disco rígido para produtos de armazenamento e servidor empresariais da Dell estão disponíveis em diversos tipos, incluindo produtos otimizados para desempenho crítico (10.000 e 15.000 RPM) e produtos otimizados para capacidade essencial aos negócios (7.200 RPM).

Em termos gerais, as unidades de Missão Crítica (MC) ou de desempenho otimizado (SAS de 10.000 e 15.000 RPM) são usadas em aplicações que exigem os maiores níveis de confiabilidade e desempenho e estão disponíveis somente no formato pequeno de 2,5". Unidades Essenciais para os Negócios (BC) ou de Capacidade Otimizada (SATA e SAS Near-line de 7.200 RPM) podem fornecer capacidade muito maior, mas menos confiabilidade e desempenho em comparação com as unidades de missão crítica. Elas estão disponíveis no formato pequeno de 2,5" e no formato grande de 3,5". Há uma transição fundamental ocorrendo no setor de HDDs. O tamanho padrão de uma unidade básica de dados (um setor na unidade) está mudando de 512 bytes para 4.000 bytes. Felizmente, há formas de manter o tamanho do setor de 512 bytes para que ambos estejam disponíveis no futuro. Veja a seguir algumas informações sobre essa adição e o que os usuários devem considerar:

  • Começando no final de 2009, acelerando em 2010 e atingindo status de mainstream em 2011 para HDDs baseadas em cliente, as empresas de discos rígidos começaram a migrar do tamanho de setor preexistente (512 bytes) para um tamanho de setor maior e mais eficiente (4.096 bytes). Esse formato geralmente é conhecido como setor de 4K, e agora também é conhecido como formato avançado pela IDEMA (The International Disk Drive Equipment and Materials Association). As HDDs empresariais também estão migrando para esse formato, mas a adesão será mais lenta. A primeira HDD empresarial de formato avançado foi disponibilizada em 2012, com um conjunto limitado em 2013 e distribuição mais abrangente a partir de 2014.
  • Os clientes usam aplicativos e sistemas operacionais ou sistemas de arquivos baseados em 512 bytes (512n) há décadas. Essa mudança para o tamanho do setor de 4.000 bytes impactará as pilhas de software e resultará em trabalho adicional de validação, bem como possíveis alterações estruturais no software à medida que ocorre a transição. Novas unidades com maior capacidade precisarão ser criadas no formato 4K. Como os clientes podem estar relutantes em fazer essa mudança tão rapidamente, foi criado um modelo de emulação dessas unidades. A unidade é baseada na tecnologia 4K, mas permite endereçamento e transferência de 512 bytes na interface. Essas unidades são conhecidas como 512e.
  • Veja abaixo uma tabela que descreve esses conceitos:

Tipo de formato

Bytes por valor de setor

Bytes por valor de setor físico

512n

512

512

512e

512

4.096

4Kn

4.096

4.096



  • Há vários aspectos dos sistemas de computação modernos que continuam a presumir que os setores sempre são de 512 bytes. A oferta de HDD da Dell inclui unidades 512n, unidades 512e e unidades no formato 4Kn. O formato 512n está disponível para clientes interessados em manter o mesmo tipo de unidade que já usavam. As unidades 512e fornecem o tamanho do setor de 512 bytes para os recursos que não estão disponíveis em 512n. As unidades no formato de 4Kn são voltadas para os clientes interessados em adotar HDDs de última geração e de maior capacidade e para aqueles que estão se preparando para o futuro do setor de HDDs. Observe que o endereçamento de 512 bytes/setor continuará sendo um formato compatível e reconhecido por muitos anos. O número de unidades formatadas como 4Kn pode continuar pequeno. Além disso, as HDDs mais recentes e com maior capacidade disponíveis atualmente e no futuro também estarão disponíveis no formato de setor 512e.


HDD 512e de desempenho aprimorado como uma nova oferta em 13G e 14G

  • No fim de abril de 2017, a Dell apresentou uma nova HDD SAS de 12 Gbit/s, 512e, 15.000 RPM, 900 GB e formato de 2,5" com cache aprimorado para aumentar a performance de leitura, além do cache de gravação avançado que é fornecido por padrão nessa família de produtos. O cache avançado TurboBoostTM (marca comercial da Seagate Inc) foi o principal aprimoramento de desempenho feito pela Seagate no design de HDDs com desempenho empresarial padrão (velocidade de rotação de 10.000 e 15.000 RPM). Essa nova unidade 512e integra uma pequena quantidade de NAND eMLC como cache e reduz as latências para fornecer tempos de resposta significativamente mais rápidos e previsíveis. Em vez de construir soluções de armazenamento com uma combinação de SSDs e HDDs discretas, o TurboBoost geralmente oferece o melhor dos dois mundos. No mínimo, o TurboBoost pode aprimorar a produtividade de trabalho geral por meio da disponibilidade aprimorada de dados ativos (os dados que são procurados pelo host com mais frequência) e tempos de resposta de IOPS significativamente reduzidos.
    • Os dados ativos são copiados da mídia magnética para o cache NAND. As solicitações subsequentes para esses dados feitas pelo host podem ser atendidas com muito mais rapidez da memória Flash do que de bandejas magnéticas giratórias (mídia/disco). Conforme o cache enche, os arquivos menos ativos são desativados do NAND para liberar espaço para mais dados, e os arquivos originais permanecem acessíveis na mídia de disco, se necessário. Com a tecnologia TurboBoost, os dados residem no NAND, e não há nenhuma mídia giratória para consultar. Por isso, a parte de busca e latência rotacional do processo de leitura de uma unidade convencional geralmente desaparece.
  • Os benefícios da HDD de cache aprimorado variam de acordo com os aplicativos: quanto maior a carga de trabalho, mais eficazes eles são. Ideal para criar novos servidores de alto desempenho, gerenciar várias transações rapidamente ou oferecer substituições, já que o recurso fica ativo em tempo integral e não exige capacitação do host.
    • Virtual Desktop Infrastructure (VDI)
    • Processamento de Transações On-line (OLTP)
    • Servidores da Web
    • Pouca consulta à base de dados
    • Cargas de trabalho do Exchange
    • Tarefas de leitura/gravação aleatórias

Para obter mais detalhes sobre os resultados de desempenho da amostra por capacidade de unidade, consulte este documento de comparação.

Veja abaixo as categorias de SSDs empresariais que a Dell EMC oferece:

  • Uso Intenso de Gravação (WI): cargas de trabalho com 50/50 de leitura/gravação e maior resistência. Geralmente, essa categoria é recomendada para a execução de cargas de trabalho de caching, registro de base de dados e HPC.
  • Uso Combinado (MU): cargas de trabalho com 70/30 de leitura/gravação e resistência média. Geralmente, essa categoria é recomendada para a execução de cargas de trabalho de e-commerce, OLTP e e-mail/mensagens. 
  • Uso Intenso de Leitura (RI): cargas de trabalho com 90/10 de leitura/gravação e menor resistência. Geralmente, essa categoria é recomendada para a execução de cargas de trabalho de VOD, streaming de mídia e warehousing de base de dados.
  • Otimizado para boot (Boot): SSDs de menor custo/pequena capacidade projetadas para uso como um dispositivo de boot em servidores. Baixa resistência. Apropriado para todas as cargas de trabalho.
Interface de host: as SSDs empresariais da Dell EMC oferecem suporte às seguintes opções de interface de host:
  • SSD SATA: as SSDs SATA são baseadas na interface SATA padrão do setor. As SSDs SATA fornecem desempenho razoável para aplicações empresariais em que reduzir custos é uma prioridade maior que o desempenho.
  • SSD SAS Value: desenvolvida pela Toshiba Memory Corporation, a SAS Value é uma nova classe de SSD SAS que utiliza a infraestrutura de servidores SAS PowerEdge para oferecer desempenho, latência e confiabilidade melhores do que as SSDs SATA na mesma faixa de preço. Essas unidades têm menor custo e menor desempenho do que as SSDs SAS padrão. Por isso, suas características de performance ficam posicionadas entre SATA e SAS padrão. A SAS Value é uma substituição simples para SSDs SATA e oferece maior valor para a maioria das aplicações empresariais.
  • SSD SAS: as SSDs SAS são baseadas na interface SAS padrão do setor. Elas combinam confiabilidade superior, integridade dos dados e recuperação de falha de dados. Essas características tornam as SSDs SAS melhores que as SSDs SATA e as SSDs SAS Value para aplicações que exigem o mais alto desempenho usando unidades SAS/SATA. O preço é maior, mas se o desempenho for um requisito importante, as SSDs SAS padrão são a melhor opção.
  • SSD PCIe: a SSD PCIe Dell EMC PowerEdge Express Flash é um dispositivo de armazenamento de estado sólido de alto desempenho que possibilita performance de IOPS até 2 mil vezes maior do que a de discos rígidos giratórios convencionais.

Para obter mais detalhes sobre os resultados de desempenho da amostra por capacidade de unidade, consulte este documento de comparação.