Base de conhecimento

Perguntas frequentes (FAQs) sobre a porta HDMI em um PC Dell


 


Este artigo fornece respostas às perguntas mais frequentes sobre a porta HDMI (High-Definition Multimedia Interface - Interface multimídia de alta definição) em um PC Dell


Sumário:

  1. Introdução
  2. Perguntas frequentes

 

1. Introdução

HDMI logotipo 1

Este artigo fornece uma referência sobre as portas HDMI (High-Definition Multimedia Interface) em um PC Dell, percorrendo as perguntas mais frequentes (FAQs) feitas por nossos usuários finais e fornecendo respostas claras a cada uma.

As perguntas variam desde qual é a aparência da porta até como solucionar problemas quando há algo errado.

Esperamos que você encontre o que precisa abaixo. Se não, entre em contato com o seu suporte local.


Voltar ao início


 

2. Perguntas frequentes

 

Nota: clique abaixo no título da seção que deseja abrir para visualizar o conteúdo.

 

O que é uma porta HDMI e o que ela faz?

Uma porta ou um conector:

Uma porta ou um conector em um PC Dell tem furos ou um slot que corresponde ao plugue ou dispositivo que você está conectando à porta.

HDMI (High-Definition Multimedia Interface):

Existe há algum tempo e é uma interface patenteada de vídeo/áudio para transferir dados de um dispositivo de origem compatível com HDMI para um dispositivo compatível, como um projetor ou televisão. A HDMI é um substituto digital para os padrões de vídeo DVI-HDCP.

Como isso funciona?

Externamente, a HDMI consiste em um conector e uma porta mais robustos do que as conexões DVI antigas. Não há parafusos de orelhas para prender o plugue e não é tão fácil entortar os pinos na extremidade do conector. É a primeira interface totalmente digital de áudio/vídeo não comprimida compatível com o setor. A HDMI fornece uma interface entre qualquer fonte de áudio/vídeo, como um decodificador de sinais, DVD player ou receptor A/V e um monitor de áudio e/ou de vídeo, como uma televisão digital (DTV), em um único cabo. A HDMI é compatível com vídeo padrão, melhorado ou de alta definição e também oferece áudio digital multicanal em um único cabo. Ela transmite todos os padrões de ATSC HDTV e é compatível com áudio digital de 8 canais com largura de banda suficiente para acomodar futuros aprimoramentos e requisitos.

A HDMI foi projetada para transportar 8 canais de áudio não comprimidos de 192 kHz, 24 bits. Além disso, a HDMI pode transportar qualquer formato de áudio comprimido, como Dolby ou DTS. A HDMI tem a capacidade de suportar os formatos de vídeo de alta definição existentes, como 720p, 1080i e 1080p, juntamente com o suporte de formatos de definição melhorada, como 480p, além de formatos de alta definição padrão, como NTSC ou PAL. A HDMI foi projetada com o mercado consumidor em mente. O sistema é amplamente adotado por todos os fabricantes e é suportado pelas produtoras cinematográficas Fox, Universal, Warner Bros e Disney, juntamente com os operadoras de sistema, como DirecTV, EchoStar (Dish Network) e CableLabs.

Que tipos de porta HDMI são de uso comum?

Existem vários tipos de portas e conectores HDMI em uso no momento. Selecione a sua versão nas guias abaixo para ver as portas e conectores disponíveis, e o que eles podem fazer:

Tipo A

Esse conjunto de porta/conector é definido na especificação HDMI 1.0.

O conector macho tem 13,9 mm por 4,45 mm e a porta fêmea tem 14 mm por 4,55 mm.

Existem 19 pinos com a largura de banda para uso com todos os modos de SDTV, EDTV e HDTV.

É eletricamente compatível com DVI-D Single-Link.

Porta Porta Tipo A Conector Plugue Tipo A

Tipo B

Esse conjunto de porta/conector é definido na especificação HDMI 1.0.

O conector macho tem 21,2 mm por 4,45 mm.

Existem 29 pinos transportando seis (6) pares em vez de três (3). Esse conector é para ser usado com telas de resolução muito alta, como WQUXGA (3840 x 2400 pixels).

É eletricamente compatível com DVI-D Dual-Link. Esse conector não é muito usado e os 3 pares adicionais são reservados como os da especificação 1.3.

Porta Porta Tipo B Conector Plugue Tipo B

Tipo C

Esse conjunto porta/conector é definido na especificação HDMI 1.3 e é comumente denominado conector mini-HDMI.

O conector macho tem 10,42 mm por 2,42 mm.

Ele tem 19 pinos e é projetado para dispositivos portáteis.

Você pode conectar um conector Tipo C a uma porta Tipo A por meio do cabo ou conector adaptador correto.

Porta Porta Tipo C Conector Plugue Tipo C

Tipo D

Esse conjunto porta/conector é definido na especificação HDMI 1.4 e é comumente denominado conector micro-HDMI.

O conector macho tem 6,4 mm por 2,8 mm.

Ele tem 19 pinos e é projetado para dispositivos portáteis.

Porta Porta Tipo D Conector Plug Tipo D

Tipo E

O Sistema de conexões automotivas possui uma presilha de travamento que impede que o cabo se solte com o movimento e ajuda a evitar que a umidade e a sujeira interfiram com o sinal. Ele foi definido pela especificação HDMI 1.4.

Um conector de relé está disponível para conectar cabos regulares do consumidor ao tipo automotivo.

Porta Porta Tipo E Conector Plug Tipo E

Quais as versões de HDMI?

As revisões mostram graficamente as mudanças na tecnologia que fizeram a porta e as velocidades melhorarem ao longo do tempo:

Versão 1.0

A Versão 1.0 foi lançada em dezembro de 2002.

HDMI é uma interface de conectores de áudio/vídeo digital em um único cabo.

Versão da HDMI 1.0
Taxa máxima de pixels por clock (MHz) 165
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) por canal máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 1,65
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 4,95
Taxa de transferência máxima (Gbit/s), com 8b/10b removidos 3,96
Taxa de transferência máxima de áudio (Mbit/s) 36,86
Profundidade máxima de cores (bits/px) 24
Resolução máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 1920 x 1200 p/60 Hz
Resolução 3D máxima do consumidor em link único a 24 bits/px  

Versão 1.1

A Versão 1.1 foi lançada em maio de 2004.

Foi adicionado DVD-Áudio.

Versão da HDMI 1.1
Taxa máxima de pixels por clock (MHz) 165
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) por canal máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 1,65
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 4,95
Taxa de transferência máxima (Gbit/s), com 8b/10b removidos 3,96
Taxa de transferência máxima de áudio (Mbit/s) 36,86
Profundidade máxima de cores (bits/px) 24
Resolução máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 1920 x 1200 p/60 Hz
Resolução 3D máxima do consumidor em link único a 24 bits/px  

Versão 1.2

A versão 1.2 foi lançada em agosto de 2005.

Permite fontes de baixa tensão, adicionou portas Tipo A a computadores e apresentou recursos de controle eletrônico pelo consumidor, conjuntos de comando e testes de conformidade.

Versão da HDMI 1.2
Taxa máxima de pixels por clock (MHz) 165
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) por canal máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 1,65
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 4,95
Taxa de transferência máxima (Gbit/s), com 8b/10b removidos 3,96
Taxa de transferência máxima de áudio (Mbit/s) 36,86
Profundidade máxima de cores (bits/px) 24
Resolução máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 1920 x 1200 p/60 Hz
Resolução 3D máxima do consumidor em link único a 24 bits/px  

Versão 1.3

A versão 1.3 foi lançada em junho de 2006.

Adicionou saída de Dolby TrueHD, DTS-HD e streams Master Audio. A versão incluiu sincronização automática de áudio, padronizou os cabos tipo 1 e 2 e introduziu o conector Mini.

Versão da HDMI 1,3
Taxa máxima de pixels por clock (MHz) 340
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) por canal máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 3,40
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 10,2
Taxa de transferência máxima (Gbit/s), com 8b/10b removidos 8,16
Taxa de transferência máxima de áudio (Mbit/s) 36,86
Profundidade máxima de cores (bits/px) 48
Resolução máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 2560 x 1600 p/60 Hz
Resolução 3D máxima do consumidor em link único a 24 bits/px  

Versão 1.4

A Versão 1.4 foi lançada em maio de 2009.

Aumentou a resolução máxima para 4kx2K (4096 x 2160/24 Hz) e UltraHD (3840 x 2160/24 Hz). O novo conector Micro foi introduzido, além do conector automotivo. A versão também definiu e adicionou vários formatos 3D estereoscópicos. Introduziu o canal Ethernet nos cabos.

Versão da HDMI 1.4
Taxa máxima de pixels por clock (MHz) 340
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) por canal máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 3,40
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 10,2
Taxa de transferência máxima (Gbit/s), com 8b/10b removidos 8,16
Taxa de transferência máxima de áudio (Mbit/s) 36,86
Profundidade máxima de cores (bits/px) 48
Resolução máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 4096 x 2160 p/24 Hz
Resolução 3D máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 1920 x 1080 p/24 Hz

Versão 2.0

A versão 2.0 foi lançada em setembro de 2013.

Introduziu a HDMI UHD, a velocidade aumentou para permitir o transporte de 4K e 60 qps. Adicionou a proporção de tela de 21:9 e os padrões de áudio HE-AAC e DRA.

Versão da HDMI 2.0
Taxa máxima de pixels por clock (MHz) 600
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) por canal máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 6
Taxa de transferência TMDS (Transition Minimized Differential Signaling - Sinalização diferencial minimizada pela transição) máxima total (Gbit/s), incluindo overhead de 8b/10b 18
Taxa de transferência máxima (Gbit/s), com 8b/10b removidos 14,4
Taxa de transferência máxima de áudio (Mbit/s) 49,152
Profundidade máxima de cores (bits/px) 48
Resolução máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 4096 x 2160 p/60 Hz
Resolução 3D máxima do consumidor em link único a 24 bits/px 1920 x 1080 p/60 Hz
4096 x 2160 p/24Hz

Quais os tipos de cabo HDMI?

Cabo HDMI padrão

Fornece largura de banda suficiente somente para vídeo de resolução 720p e 1080i.

Cabo HDMI padrão com Ethernet

Fornece largura de banda suficiente somente para vídeo de resolução 720p e 1080i., mas adiciona suporte para ethernet de 100 Mbps.

Cabo HDMI de alta velocidade

Tem largura de banda maior para suportar vídeo com resolução de 1080p ou superior (até 4096 x 2160/24 Hz). Esse tipo de cabo também é compatível com vídeo 3D.

Cabo HDMI de alta velocidade com Ethernet

Tem largura de banda maior para suportar vídeo com resolução de 1080p ou superior (até 4096 x 2160/24 Hz). Esse tipo de cabo também é compatível com vídeo 3D, mas adiciona suporte para ethernet de 100 Mbps.

HDMI versus DisplayPort?

Uma pergunta comum é: o que é melhor, HDMI ou DisplayPort; entraremos em suas categorias comuns e veremos como elas se comparam:

Os conectores

Os conectores da HDMI e da DisplayPort são semelhantes em intervalo e alcance. A Mini DisplayPort é mais predominante em dispositivos Apple, enquanto a mini HDMI é mais vista em dispositivos portáteis. Temos um empate.

Os cabos

Existem quatro (4) padrões de cabo para HDMI, mas eles geralmente não são identificados corretamente. Usar um cabo que não serve para o que você quer fazer pode ser problemático. Não existe um comprimento máximo de cabo definido para HDMI nos padrões; porém, dependendo do tipo de cabo, ele pode executar uma grande variedade de funções. Os cabos DisplayPort, por outro lado, são muito mais simples - existe um padrão de cabo e ele é compatível com todas as revisões atuais, mas não abrange a mesma gama ampla de recursos que os cabos HDMI. Em termos de comprimento, a DisplayPort pode ter um cabo regular de 65 pés; um cabo de fibra óptica, pode ter centenas de pés de comprimento. Em termos de simplicidade, a DisplayPort é vencedora; no entanto, para tarefas especializadas, é melhor optar pelo tipo de cabo HDMI correto.

Streams de vídeo e áudio

A HDMI pode lidar com um único stream de vídeo e único stream de áudio; portanto, ela só pode acionar uma tela de cada vez. Por outro lado, a interface DisplayPort pode suportar de duas telas (2560 x 1600 pixels) até quatro (4) telas (1920 x 1200 pixels), com cada tela recebendo streams de vídeo e áudio independentes. Com interfaces adicionais, é possível encadear monitores compatíveis em série, de modo a ter até seis (6) telas ligadas a uma fonte. A HDMI é ótima para uma tela; porém, se você quiser várias telas, a DisplayPort é a opção adequada.

conclusão

A HDMI foi projetada para entretenimento doméstico - home theaters, projetores, televisores, Blu-ray players etc. Para esse ambiente, a HDMI ainda é a melhor opção.

Por outro lado, a DisplayPort foi projetada especificamente para computadores operando como interface de exibição final para substituir os antigos padrões de vídeo. No entanto, ela funciona mais como um complemento do que como uma substituta à HDMI.

A HDMI teve a melhor aceitação por parte dos fabricantes e é, portanto, o padrão mais comumente disponível.

A resposta à pergunta: qual a melhor? dependerá do que você deseja fazer. Entretenimento doméstico - fique com HDMI, usos de produtividade/comerciais - considere o que a DisplayPort pode fazer por você.

Quais sistemas operacionais suportam portas HDMI?

Ainda não existe um sistema operacional popular que não suporte HDMI. Todos os produtos Apple, Linux e Windows oferecem suporte, integrado aos seus respectivos sistemas operacionais, a esses padrões de HDMI.

Como faço para solucionar um problema com um dispositivo que não foi detectado ou com defeito em uma porta HDMI?

Nota: se você tiver cobertura de Danos acidentais, o dano será especificamente coberto como parte do pacote de Danos acidentais. Quando você entrar em contato com o seu suporte técnico local, precisaremos saber onde o dano está e como ele ocorreu. Se você NÃO tiver nenhuma cobertura ou nenhuma cobertura de Danos Acidentais, todos os reparos serão cobrados.

Você pode verificar o status da garantia no link abaixo.

O primeiro passo é verificar as portas, o conector e o cabo para ver se há algum uso e desgaste ou danos que possam estar causando problemas:

  1. A verificação de danos é muito básica: consiste em examinar as portas HDMI e verificar visualmente se:

    • Há rachaduras nas partes plásticas que envolvem a porta?
    • Alguma peça da porta está amassada ou torta?
    • Há algum pino na parte interna da porta que esteja torto ou ausente?
    • Há alguma peça da porta que esteja ausente ou quebrada?
    • Há algum dano no conector macho dos dispositivos?
    • Há algum dano no cabo do conector ao dispositivo?
  1. Se você identificar algum dos problemas acima, precisará ter uma garantia de atendimento completo ou estar preparado para fazer uma chamada de reparo cobrável. (Sua equipe de suporte técnico local fornecerá uma cotação para este reparo.)

  2. Se não houver danos na porta, no cabeamento ou no dispositivo externo, passe para a próxima etapa.

  1. O dispositivo HDMI e externo e o cabeamento funcionam bem em outro sistema?

    1. Sim, então continue na próxima etapa.

    2. Não, então será necessário substituir o dispositivo externo ou o cabo, segundo a necessidade.

  1. Conecte o dispositivo externo à porta usando o cabeamento. Se você movimentar o conector enquanto ele estiver conectado à porta HDMI, isso afetará se o dispositivo é detectado ou não?

    1. Sim, então entre em contato com a equipe de suporte técnico local para continuar com a solução de problemas de conexão.

    2. Não, então continue na próxima etapa.

  1. Você já descartou um problema de software de alguma forma? Há quatro maneiras básicas para fazer isso.

    1. Você pode trocar o HDD (unidade de disco rígido) por um de um sistema de trabalho similar e verificar se a falha segue o HDD para uma máquina nova ou se o problema permanece no seu sistema. Siga o Guia do Usuário para obter instruções sobre como remover as peças de hardware, pois as etapas mudam de acordo com o tipo de sistema, ou você pode pesquisar em nosso site de suporte usando termos como o "tipo de modelo do PC", "CRU" e "remoção" para encontrar um guia específico para a sua máquina.

    2. Você pode inicializar a partir de um CD do Ubuntu Live (independentemente do sistema operacional em uso no momento no PC) e verificar se os mesmos problemas ocorrem em outro sistema operacional. O CD do Ubuntu Live permite inicializar o SO a partir do CD sem instalá-lo no disco rígido. Você pode fazer download de um ISO do CD no link de download abaixo. Pressione rapidamente a tecla F12 durante a inicialização do sistema, na tela inicial da Dell, e escolha a opção de unidade de CD/DVD para a inicialização quando o menu for exibido.

    3. Você pode conectar o cabo e a tela a outro dispositivo, como um reprodutor de Blu-ray ou decodificador de TV por satélite/cabo para verificar se eles funcionam bem sem estarem conectados ao seu computador e sistema operacional.

    4. Você pode executar uma restauração de fábrica ou reinstalar seu sistema operacional.

Cuidado: a execução da opção iv deve ser feita como um último recurso e somente se uma das outras duas etapas não puder ser realizada. Você DEVE fazer o backup de todos os dados antes de executar este procedimento, caso contrário, os dados serão perdidos. Toda reinstalação de sistema operacional ou restauração de fábrica envolve a formatação da unidade de disco rígido (HDD). Consulte as guias no Portal do Windows para obter mais informações sobre esses procedimentos.
  1. O problema foi observado quando o sistema operacional e o software foram removidos?

    1. Não, então o problema foi resolvido.

    2. Sim, então entre em contato com o suporte para obter mais informações, eles orientarão você através de alguns diagnósticos de hardware. Estes são integrados ao seu PC, e você pode também acessar mais informações no Site de suporte da Dell, digitando sua etiqueta de serviço.

Consulte a seção de informações adicionais no final deste artigo para obter instruções sobre como entrar em contato conosco.

Como posso ouvir o som pela porta HDMI depois de atualizar para o Windows 7?

Em alguns notebooks Dell, depois da atualização para Windows 7, não haverá som em alto-falantes conectados à porta HDMI. Para verificar, consulte os detalhes do driver do Intel(R) High Definition Audio HDMI no Gerenciador de dispositivos.

  1. Clique em Iniciar e, na caixa de pesquisa, digite Som e clique em Som no Painel de controle.

  2. Na guia Reprodução, HDMI pode estar ausente.

Se o HDMI estiver ausente de Som no Painel de Controle e não houver áudio na saída HDMI, faça download e instale os drivers de vídeo Intel e de áudio IDT mais recentes a partir do Site de suporte para seu tipo de sistema ou etiqueta de serviço para resolver o problema.

Por que a saída de áudio muda quando encaixo meu notebook Dell?

Quando em uso e desencaixada, a saída de áudio padrão para um notebook Dell são os alto-falantes internos.

Se o sistema estiver encaixado em uma docking station com uma tela conectada por HDMI ou DisplayPort que tenha saída de fone de ouvido, a saída de áudio padrão mudará automaticamente para o dispositivo conectado por HDMI ou DisplayPort. Isso ocorre independentemente de qualquer configuração de alto-falantes do dispositivo de vídeo.

Se a tela externa não tiver alto-falantes internos ou externos ou não tiver uma barra de alto-falantes conectada, poderá ocorrer uma situação de no audio condition (nenhuma condição de áudio ) (perda de som) até que a saída padrão volte a ser os alto-falantes internos do sistema.

Os drivers do dispositivo de áudio sempre verificarão os dispositivos de áudio HDMI/DisplayPort instalados no Windows e, se detectados, o Windows automaticamente mudará para o dispositivo de áudio HDMI/DisplayPort.

Se as telas não tiverem alto-falantes, mas tiverem uma saída de fone de ouvido, a mudança resultará em uma ausência de som até que o dispositivo de áudio padrão seja retornado manualmente para os alto-falantes internos.

Esse é o sistema que funciona adequadamente. Para retornar aos alto-falantes internos, siga estas etapas:

  1. Clique no botão Iniciar e clique em Painel de controle no menu.

  2. Clique em hardware e som e depois em Gerenciar dispositivos de áudio na seção Som; a janela de som será aberta.

  3. Clique em Alto-falantes, em seguida em Definir padrão, clique em OK e feche a janela do painel de controle

Nota: esta é uma função normal de um sistema operacional Windows e do driver de áudio; está funcionando conforme desejado.

Qual o futuro da porta HDMI?

Não parece haver dúvida de que o padrão HDMI tem uma vantagem muito clara no mercado de consumo.

Muitos consumidores estão cientes das vantagens desse hardware e existe um aumento no número de fabricantes que estão aderindo às portas HDMI em dispositivos de consumo.

Com a melhoria constante observada, a HDMI só pode obter mais sucesso.


Voltar ao início


 

Informações adicionais:

 

Nota: constitui uma melhor prática, ao se usar um desktop ou notebook, tratar a porta HDMI integrada ao dispositivo somente como uma porta de saída. Enquanto os cabos HDMI são bidirecionais, este recurso não é integrado a computadores. A HDMI lida com vídeo e som; os computadores são configurados para transmiti-los para um dispositivo compatível, como uma tela ou dispositivo de interface.
 

Se você tiver problema com outra porta em um PC, tente o artigo abaixo:

Se você precisar de ajuda, entre em contato com o Suporte técnico.
  Entre em contato conosco  


Voltar ao início





As Sugestões rápidas é uma autopublicação da equipe de profissionais do Suporte Dell que resolve problemas diariamente. Por ser uma publicação rápida, essas sugestões podem ser apenas soluções parciais ou alternativas que estejam em desenvolvimento ou que ainda não tenham apresentado resolução comprovada de um determinado problema. As Sugestões rápidas não foram revisadas, validadas ou aprovadas pela Dell e devem ser usadas com precaução. A Dell não se responsabiliza por quaisquer perdas, incluindo, mas sem limitação, perda de dados, de lucros ou de receita resultantes de procedimentos definidos nas Sugestões rápidas.

ID do artigo: SLN17611

Data da última modificação: 21/12/2017 11:27


Rate this article

Preciso
Úteis
Fácil de entender
Este artigo foi útil?
Sim Não
Envie seus comentários
Os comentários não podem conter estes caracteres especiais: <>()\
Infelizmente, o nosso sistema de feedback está atualmente desativado. Tente novamente mais tarde.

Agradecemos o feedback.